Estava no Pará, acordei no Tocantins e dormi no …

Pois então!

Eu estava no Pará, acordei no Tocantins e dormi no Maranhão. Ai meu Deus, que confusão!

Vejam bem, eu estava em Marabá, pertinho do Bico do Papagaio, ao norte de Tocantins. Deixamos o Pará e viajamos pela Transamazônica, a BR 230 até o Tocantins. Nesta parte a BR é asfaltada, com longos trechos ainda de terra. Cara, a gente come muitaaa poeira.

E os caminhoneiros?

Pisam fundo, levantam poeira! Só pode ser porque conhecem bem a estrada. Perigo  constante.

Viajamos até Tocantinópolis. De lá tomamos a Belém/Brasilia rumo a Araguaína. Nosso destino: Babaçulândia. Agora, pense numa estrada perigosa! Neste trecho a Belém/Brasilia é pior que a BR 116. Os caminhões fazem manobras perigosas tirando constantemente carros, ônibus e outros caminhões vindos na mão contrária, para o acostamento. São 70 quilômetros de muito frio na barriga. Sem contar o deslocamento de vento que parece querer tirar a gente da estrada. Eu mesma tive que manter meu pneus bem grudados ao chão!

Quer saber como cheguei ao Maranhão? O Bico do Papagaio é uma região de fronteira entre os três estados: Maranhão, Pará e Tocantins. Aí foi fácil, né? Só passar o rio que do outro lado é o Maranhão. Sabendo disso, aproveitei para fazer uma viagenzinha pelo Nordeste.

Fui!!!!!

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*