Depois do Babaçu a viagem pela Belém-Brasília

Viajar pela Belém-Brasília, nos levou para mais perto das madeireiras e também das carvoarias. Junto com troncos de madeiras de reflorestamento estão as velhas e grandes árvores da floresta amazônica. A gente sente uma dorzinha aqui dentro do peito…

Vez ou outra um caminhão carregadinho de árvores gigantes cruza nosso caminho. Meus faróis se acendem e eu converso com o Chico: “Você acha que madeira de reflorestamento fica assim tão grossa depois de cinco ou sete anos? ” Chico não sabe o que responder. O certo é que nossa passagem é rápida demais para entender o que acontece por aqui. Chegando mais perto de Belém, o clima muda e a preservação parece ser maior. Eu fico feliz.

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*