Revendo pequenos amigos

A cinco meses de concluir a travessia Brasil, do Projeto Histórias de Alice, viajamos em despedida do Nordeste, enquanto eu, a kombi Alice me preparo para voltar a Região Norte, agora com rota prevista até o Acre.

Nesse período Franco e Inês parecem querer reinventar a viagem. O Chico desce em todas as paradas e é festa da garotada. Como o caminho para Acre exige uma passagem pela Foz do São Francisco, depois da praia do Peba, Franco deu uma volta na direção e à revelia do GPS, que com voz incansável, dizia: siga em frente, ele dobrou à esquerda e entrou  no povoado de  Potengy para rever as crianças, estar perto do Velho Chico.

Ah! Mal eu apontei meu faróis, ouvi uma criança que fazia uma barulho desde de dentro do rio e gritando veio em nossa direção. Ele fazia assim: Ãh! Ãh! Logo reconheci, era o Mudinho, apelido como Bruno é conhecido na comunidade. Do outro lado de mim, outros garotos gritavam: “O Chico voltou! O Chico voltou!”

Mal parei e eles tomaram conta de mim, numa alegria só. Chico saltou e fez a alegria da garotada. Eles pegavam o boneco e haja mamulengo pra aguentar tanta energia!

Mudinho com o Chico IMG_7541

Depois, completando  a tarde de sábado com Alice, a Inês e Franco foram brincar de passa anel, corda e amarelinha. Foi um dia muito gostoso.

Confesso, eu estava cansada da viagem, mas essa canseira toda sumiu só de compartilhar tanta alegria infantil. Ah! Deixa eu contar, que as crianças nos reconheceram uma ano e 3 meses depois de nossa primeira passagem pelo povoado.

Às crianças do Potengy um abraço do Projeto Histórias de Alice.

Bibi! Fom! Fom! Bibi!

One Comment

  1. Posted 21/01/2012 at 4:48 pm | Permalink

    Ahhh.. é uma delícia saudade de criança!!

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*